O futuro do self-service

julho 13, 2020 0 Por jadson

Toda segunda-feira milhões de trabalhadores brasileiros costumavam iniciar a semana com almoço em restaurante por quilo. A variedade de opções e o apreço de nossos conterrâneos por combinações no mínimo curiosas sempre lotaram os self-service por aí…

‌Mas será que aquela clássica cena de fila ao redor do buffet, com colegas de firma conversando enquanto se servem, vai resistir num contexto de pandemia do coronavírus, diante da reabertura do comércio em diversas cidades brasileiras?

‌Essa pauta foi missão para o editor de Comida, Davi Rocha, que apurou as novas regras para o self-service em São Paulo:

‌- Distanciamento: É preciso ter espaço de pelo menos 1,5 metro entre as pessoas, ou seja, deve ser mesmo o fim da fila ao redor do buffet;

‌- Você não poderá se servir: Segundo as novas regras, os restaurantes deverão ter funcionários para servir os clientes. Eles precisam estar usando máscaras, viseiras de acrílico, luvas e ter os cabelos presos;

‌- Só tire a máscara para comer: Todos devem usar máscara o tempo todo. Os clientes só podem remover o acessório na hora de comer;

‌- Capacidade reduzida: Cada estabelecimento só pode receber 40% da sua capacidade de atendimento.

‌Todas as normas você pode ler aqui.

Davi ainda foi, devidamente protegido, a um self-service recém-aberto da capital paulista para avaliar se as regras já estavam sendo cumpridas. Aqui está o relato dele.

Diego Iraheta

Editor Chefe HuffPost Brasil

LEIA MAIS