Fenearte é cancelada e ações dão apoio a artesãos locais

Fenearte é cancelada e ações dão apoio a artesãos locais

junho 30, 2020 0 Por jadson
A 21 edição da Fenearte, que teria início nesta quarta-feira e seguiria até o próximo dia 12, no Centro de Convenções de Pernambuco, não será realizada neste período por conta das medidas adotadas para conter a disseminação do coronavírus. A expectativa é que a maior feita de artesanato da América Latina seja realizada quando houver liberação por parte das autoridades sanitárias para a realização de um evento de grande porte, já que a Fenearte reúne cinco mil expositores e um público de 300 mil pessoas. Porém, ainda não há uma nova data prevista para acontecer. No entanto, ações estão sendo desenvolvidas para ajudar a cadeia produtiva do artesanato de Pernambuco e dar suporte aos artesãos locais. Entre elas, a reabertura do Centro de Artesanato nesta quarta-feira, um evento online para comercialização do artesanato e o apoio às vendas virtuais dos artesãos.
Segundo Márcia Couto, coordenadora da Fenearte, a feira é um evento que já faz parte do calendário cultural e econômico de Pernambuco, porém a pandemia impediu a realização dela em julho, como sempre acontece. “Com essa situação que estamos vivendo no mundo, é impossível a realização de um evento desse porte. É um encontro cultural, as pessoas fazem uma programação, vão com a família, têm contato direto com o artesão. Mas todos os eventos que juntam público estão suspensos, então não tem como a Fenearte acontecer em julho”, declarou. “Assim que as autoridades sanitárias autorizarem, vamos programar essa edição da Fenearte. Mas não tem como dar uma previsão”, acrescentou.
Os impactos econômicos serão grandes para os artesãos com a não realização da Fenearte, principalmente porque ela serve como uma vitrine para eles para fazerem negócios não apenas nos dias de feira, mas também com encomendas para o restante do ano. “Por isso estamos procurando desenvolver açõespara contribuir e apoiar o artesão pernambucano. Estamos fazendo um esforço para que a cadeia produtiva não pare. O Centro de Artesanato de Pernambuco vai reabrir nesta quarta-, com horário reduzido das 10h às 16h, e também estamos formatando um evento virtual para ajudar na divulgação e comercialização, além de preparar o artesão para essa realidade de venda online, uma etapa que já vinha acontecendo, mas que agora está exposta com esse cenário. Estamos na fase da elaboração do formato e ainda não tem data prevista”, ressaltou Márcia Couto.
Além disso, estão sendo realizadas campanhas de apoio ao artesão, como Abrace o Artesão Pernambucano, Vale Artesanato e Artesanato Solidário. Na primeira, as redes sociais do Centro de Artesanato de Pernambuco se tornou uma vitrine que possibilita a divulgação e negociação entre o artesão e o cliente. Na segunda, um voucher de presente digital pode ser adquirido na plataforma digital do Centro de Artesanato de Pernambuco (centrodeartesanatope.lojavirtualnuvem.com.br) para depois ser trocado em uma das unidades físicas, no Recife, Olinda ou Bezerros. Na terceira, o governo do estado comprou o estoque dos artesãos que estão com produtos disponíveis nas lojas físicas do Centro de Artesanato, contemplando mil artesãos. Posteriormente as peças serão doadas para instituições filantrópicas sem fins lucrativos.
Fonte: Diário de Pernambuco
Foto: Tarciso Augusto/Esp. DP