RACISMO: COMO ESSA PRÁTICA É ESTRUTURADA NO BRASIL” É o tema da 15ª edição do FESTIVAL NOITE DA RESISTÊNCIA NEGRA DE JABOATÃO que acontece em Cajueiro Seco.

RACISMO: COMO ESSA PRÁTICA É ESTRUTURADA NO BRASIL” É o tema da 15ª edição do FESTIVAL NOITE DA RESISTÊNCIA NEGRA DE JABOATÃO que acontece em Cajueiro Seco.

novembro 8, 2019 0 Por jadson

Roda de diálogo, palestras, oficinas e várias atividades culturais gratuitas para toda a população.

Promover o diálogo entre as diversas expressões da cultura afro-brasileira e de outras linguagens culturais, sesiilizar pessoas, grupos e instituições, para que jutos e de forma organizada e articulada, possam combater a prática do racismo no Brasil em suas diversas faces, através de ações formativas e, poder envolver a comunidade de Cajueiro Seco e os bairros em seu entorno, é uma das metas do festival NOITE DA RESISTÊNCIA NEGRA DE JABOATÃO 2019, que chega a sua 15ª edição.

De 12 a 14/11, os alunos das escolas municipais e estaduais, em torno do projeto, são contemplados com as oficinas e palestra promovidas pelo festival.

RODA DE DIALOGO – Acontece dia 13/11/2019 das 09 às 12h, no Centro dos Idosos de Cajueiro Seco e tem como tema: RACISMO: COMO ESSA PRÁTICA É ESTRUTURADA NO BRASIL; NÃO ABANDONAREMOS NOSSOS PLANOS. Irão facilitar a roda LÚCIA DOS PRAZERES, Escritora e militante pela igualdade racial. NEIDE SILVEIRA, Professora da rede municipal, militante pela igualdade racial das mulheres negra e SERVERINO TORRES, Professor, Administrador Escolar, Coordenador da Secretaria Executiva de Direitos Humanos de Jaboatão dos Guararapes e vice presidente do conselho municipal de promoção da igualdade racial do Jaboatão dos Guararapes. Aberto ao publico.

PROJETO “ELA PODE” acontece dias 20 e 21/11 das 9h às 12h, dentro da programação do festival. É uma capacitação realizada pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora -IRME, que tem apoio do Google. É a primeira e maior rede de apoio ao empreendedorismo feminino no Brasil. Serão dois dias de troca de conhecimentos entre mulheres que possuem ou buscam o próprio negócio. Irão facilitar o projeto Patrícia dos Reis que é Comunicadora social com habilitação em relações públicas, possui uma especialização em jornalismo cultural (UNICAP) e a outra em Economia da Cultura (UFRGS). É mestra em extensão rural e desenvolvimento local pela UFRPE. Realiza atividades formativas e avaliativas em projetos sociais e culturais. Exerce consultoria em empreendedorismo, economia criativa e desenvolvimento pessoal. Seus pilares de atividades abrangem a Educação, Comunicação e Cultura e Sandra Nunes Lorenzato que é Comunicadora social com habilitação em relações públicas, possui uma especialização em Gestão de Negócios (UNICAP), formação em coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching, graduanda em Psicologia, pela Unicap. Experiência de 10 anos na área de gestão de contratos na Petrobras. Gratuito. AS inscrições podem ser feita pela página do projeto.

OS HOMENAGEADOS DESTA EDIÇÃO  – Todos os anos, o evento procura homenagear personalidades, artistas e pessoas comuns que direta ou indireta contribuem para o fortalecimento da cultura afro-brasileira na comunidade. São os homenageados desta edição: JAMESSON FLORENTINO, Pedagogo, especialista em gestão educacional, professor da Rede Municipal de Jaboatão e Recife, animador cultural, artesão, arte educador, produtor cultural, músico percussionista, articulador do Maracatu Nação Baque Forte. DEYSE CRISTINA, Pedagoga pela UFPE. Especialista em Educação Inclusiva Foi estudante de Escola Pública. Atua como Coordenadora na Rede Estadual de Ensino. É Mãe de 3 meninos. Coordenadora do Clube de Astronomia. Engajada em projetos de popularização das ciências para jovens e ALEXANDRE L’OMI L’ODÒ É juremeiro, candomblecista, historiador e Mestre em ciências da religião, defendendo pela primeira vez na academia a Juremologia. Coordena o Quilombo Cultural Malunguinho e realiza há 14 anos o Kipupa Malunguinho – Coco Na Mata do Catucá, celebração que no último ano reuniu cerca de dez mil pessoas de terreiro em torno da figura histórica e divina de Malunguinho.

O CORTEJO RELIGIOSO faz a abertura oficial com o Maracatu Xangô Alafin, Baque Forte, Aurora Africana, Estrela Dalva, Oxum Mirim, Flor do Monte que sairá do centro espírita São Gerônimo “IlÊ Axé de Xangô”, indo em direção ao palco na praça, para o cerimonial oficial da abertura da 15ª edição do festival Noite da Resistência Negra de Jaboatão, conduzido pelo Pai Antônio de Xangô.

ATRAÇÕES PRINCIPAIS acontece DIAS 22 E 23/11 das 15h às 00h com o grupo Faceta Cia de Dança, o poeta Jota Pretim, AFOXÉ OMI SABÁ, Coco do mestre BETO, Sanidade Destruída, Urtiga, Erupção do Rap, Nyamakare e ALLEN JERÔNIMO com o projeto: CANTANDO MINHAS HISTÓRIAS.

DADO SOBRE O EVENTO – A comunidade de Cajueiro Seco, estar entre os sete bairros com o maior índice de CVLI – crimes violentos letais intencionais, ou por ter acontecido vários episódios nos últimos anos onde o Centro Espírita São Jerônimo, “Ilê Axé de Xangô”, de Cajueiro Seco foi apedrejado.

No ano passado, a 14ª edição alcançou cerca de 3 mil pessoas de forma direta (profissionais envolvidos, parceiros e patrocinadores) e indireta (escolas, ongs, pessoas da comunidade). Nesta edição, o objetivo é alcançar muito mais pessoas, fortalecendo cada vez mais as relações sociais e, o protagonismo cultural.

SURGIMENTO – A Noite da Resistência Negra de Jaboatão tem sua origem em 2004, na comunidade de D. Helder Câmara, em Piedade, numa ação efetivada pelo Grupo de Percussão Tumaraca e o Grupo de Fé e Política do Jaboatão dos Guararapes. Com a proposta de envolver os adolescentes e jovens da comunidade, o coletivo se propôs através da ação cultural, incluí-los socialmente, procurando fortalecer a cultura afro-brasileira na comunidade. Desta forma, o projeto envolveu aos longos dos anos, diferentes atores sociais e ampliou sua dimensão, para além da comunidade D. Helder Câmara. Atualmente, contamos com a Organização Não Governamental- ONG Centro Espírita São Jerônimo, “Ilê Axé de Xangô”, de Cajueiro Seco, como uns dos promotores do evento.

ORGANIZADORES – A 15ª edição da Noite da Resistência Negra de Jaboatão, é organizada pelo Centro Espírita São Jerônimo, “Ilê Axé de Xangô”, organização sem fins lucrativos, com a parceria da prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, Polícia Militar de Pernambuco, Patricía dos Reis Consultoria, TOCA – escola de música, G Soluções, Agência de Comunicação e cultura Jeito de Contar, Vereador Daniel Alves, Dr. Tadeu Veterinário, Centro dos Idosos de Cajueiro Seco, SINPROJA – Sindicato dos Profissionais em Educação de Jaboatão.

MÍDIA DO EVENTO:

Facebook: https://www.facebook.com/noitedaresistencianegra/

Blog: http://noitedaresistencianegra.blogspot.com.br/

Fonte: AD Produções

https://mail.google.com/mail/u/0?ui=2&ik=e329ada424&attid=0.5&permmsgid=msg-f:1649486924480188784&th=16e4279e534b1170&view=att&disp=safe&realattid=f_k2nqv10h4

https://mail.google.com/mail/u/0?ui=2&ik=e329ada424&attid=0.6&permmsgid=msg-f:1649486924480188784&th=16e4279e534b1170&view=att&disp=safe&realattid=f_k2nqxk4p5

Foto: Divulgação